20 Jan

2016

FACE FIRE

Muita gente se sente à vontade na frente do computador para falar o que quer, sem tapas na língua, denegrindo a imagem de outras pessoas, pelo simples prazer de tagarelar. Por isso mesmo, o facebook virou, nas mãos de gente perversa, a arma de ataque dos covardes, daqueles que não são homens o suficiente para confrontar pessoalmente, daqueles cujos argumentos são frágeis, e principalmente daqueles que precisam das curtidas dos amigos para se sentirem mais fortes. Muitos desses franco atiradores, quando se dão conta de que realmente passaram dos limites, evidenciam novamente sua covardia tirando esses posts do ar, sem se retratarem devidamente pelo mal produzido. 

O que eles não sabem é que não podem fazer o mesmo com as atas notariais: um dispositivo legal disponibilizado pelo governo para que a pessoa lesada imprima as ofensas postadas na internet com registro pelo tabelião em cartório. Assim, aquele que um dia ofendeu deliberadamente na esfera virtual terá de responder irremediavelmente no mundo real por aquilo que fez. Como disse o sábio Salomão: "Quem semeia vento colhe tempestade; quem semeia o mal recebe maldade e perde todo o poder que possuía" (Provérbios 22:8). Quem tiver ouvidos para ouvir ouça.


Renato Camargo Jr.
Pastor da Comunidade Campolim, em Sorocaba/SP (renato@comunidadecampolim.com.br).
Diretor do Centro de Treinamento para Plantadores de Igreja (CTPI - renato@ctpi.org.br).